top of page
  • Foto do escritorRay

Desenrola Brasil: saiba como quitar dívidas de energia e água com o programa do governo

Atualizado: 21 de ago. de 2023

O Brasil registrou um número recorde de inadimplência em 2023. Em maio deste ano, o levantamento do Serasa mostrou mais de 264 milhões de dívidas no país. Cerca de 21,45% do total dessas dívidas são de contas básicas, como água, gás e energia.


Esse é o total de aproximadamente 56,7 milhões de débitos em contas básicas de todo o Brasil, o que corresponde um aumento de 20,24% no número de inadimplentes em relação a maio de 2021.


No entanto, o programa do governo para renegociação de dívidas já está fazendo a diferença em relação a este número. Em apenas 5 dias, clientes de todo o país renegociaram cerca de R$500 milhões em dívidas com bancos através do Desenrola Brasil.


Neste período, já foram mais de 2 milhões de registros de desnegativados e mais de 1 bilhão de dívidas renegociadas, segundo a FEBRABAN.


Descubra mais sobre o programa do governo e como quitar suas dívidas de contas básicas, como água e energia, a seguir!

Desenrola Brasil

Como funciona o Desenrola Brasil?


O Desenrola Brasil é um programa criado pelo governo federal para renegociação de dívidas de cidadãos do país. A partir de 17 de julho de 2023, qualquer brasileiro com débitos em bancos com renda bruta mensal de até R$20 mil – que se encaixe na chamada Faixa 2 do programa – pode negociar as dívidas com condições especiais.


Segundo o Ministério da Fazenda, é estimado que a primeira etapa do programa beneficie cerca de 30 milhões de pessoas e o valor das renegociações podem chegar até R$50 bilhões. Nessa fase, também será possível limpar o nome de cidadãos com dívidas até R$100 com as instituições financeiras.


Inclusive, limpar o nome de devedores dessas pequenas dívidas foi a condição estabelecida pelo governo para os bancos pudessem participar do Desenrola Brasil. Porém, a dívida não é necessariamente perdoada, ficando registrada no histórico de crédito do consumidor.


A ação já limpou o nome de 2 milhões de pessoas – sendo que a previsão era de 2,5 milhões de desnegativados. Dessa forma, o consumidor volta a ter acesso a crédito, empréstimos e compras parceladas, consegue fazer contrato de aluguel, entre outras possibilidades.


Quais são as faixas contempladas pelo programa?


O programa Desenrola Brasil é divido em duas faixas com características e regras próprias de renegociação de dívidas para pessoas físicas. Conheça a seguir:


Faixa 1

Esse grupo tem a oportunidade de garantir a renegociação de dívidas de consumo, como água, luz, telefone, varejo e bancárias, desde que os valores dos débitos não ultrapassem R$5 mil. Nessa faixa, são contempladas as pessoas físicas que:

  • recebem até 2 salários-mínimos e/ou estão inscritas no Cadastro Único (CadÚnico);

  • tiveram dívidas inscritas em cadastros de inadimplentes até 31 de dezembro de 2022.


Faixa 2

Esse grupo tem a oportunidade de garantir a renegociação com as instituições financeiras que aderirem ao programa, seja de forma direta com os bancos ou por meio de canais de parceiros dessas empresas. Os consumidores terão um prazo mínimo de 12 meses para o pagamento. Nessa faixa, são contempladas pessoas físicas que:

  • tenham renda mensal de até R$20 mil;

  • tiveram dívidas inscritas em cadastros de inadimplentes até 31 de dezembro de 2022.


Como participar do Desenrola Brasil?


Cada faixa do programa do governo tem um método de participação específico. Saiba detalhes a seguir:


Faixa 1


A partir de setembro, as pessoas que se encaixam na Faixa 1, e tiverem suas dívidas contempladas pelo Programa Desenrola, só precisam fazer o login no site do governo (www.gov.br ) e consultar os débitos para negociação. Nessa faixa, são permitidas dívidas de consumo, como água, luz, telefone, varejo e bancárias.


Neste grupo, as dívidas podem ser quitadas à vista ou por financiamento bancário em até 60 meses, sem entrada e com taxa de 1,99% ao mês. O valor mínimo de parcela é de R$50,00 e o primeiro pagamento tem vencimento após 30 dias.


Para as dívidas serem contempladas, elas devem ter sido negativadas após 01 de janeiro de 2019 e inscritas no cadastro de inadimplentes até o dia 31 de dezembro de 2022.


Nesta faixa, o programa funcionará como um leilão. A instituições com inadimplentes oferecem um desconto no valor do débito. O programa do governo vai financiar essas dívidas por meio de um fundo. Caso o devedor não pague a negociação, o fundo vai cobrir o valor principal da negociação.


Faixa 2


As pessoas que se encaixam na Faixa 2 poderão realizar a negociação de dívidas diretamente com as instituições financeiras ou em canais indicados pelas empresas participantes, como Serasa. Cada intuição definirá suas próprias condições de negociação.


Nesta faixa, são permitidas dívidas inscritas nos birôs de crédito (empresas que registram histórico financeiro) até dia 31 de dezembro de 2022, cujo devedor tenha renda de até R$20 mil. Os devedores da Faixa 2 terão um prazo mínimo de 12 meses para o pagamento.


Quais vantagens que o programa oferece para as utilities e consumidores?


As utilities (empresas de energia, gás, água e saneamento), por meio do Desenrola Brasil, terão um alto impacto no indicador de redução de negativados. Cerca de 21,45% das dívidas negativadas estão com as empresas desse setor, segundo o Serasa.


Na Faixa 1 do programa, que começa em setembro, as empresas do setor e consumidores ainda terão as seguintes vantagens:

  • Satisfação do cliente: além de sair da negativação, o consumidor pode ser religado caso esteja cortado;

  • Agilidade: em vez de múltiplas parcerias com empresas para lidar com a inadimplência, cada distribuidora pode resolver o problema diretamente com a instituíção;

  • Plataforma simples: a própria distribuidora tem acesso ao valor total da dívida, oferece o desconto dentro das condições acordadas e pode cobrar nas próximas faturas do cliente.

Além desses benefícios, o programa tem o potencial de retirar rapidamente até 6 milhões de negativados pelas distribuidoras de energia elétrica impactando até R$ 5 bilhões do endividamento total das famílias brasileiras.


Quero negociar minhas dívidas da Energisa, mas não consegui pelo programa do governo. O que faço?

A Energisa, em parceria com a Voltz, oferece condições de negociação de débitos de energia para seus clientes o ano inteiro. Os consumidores que quiserem parcelar seus débitos, têm a opção de dividir o valor total das contas em atraso em até 24 vezes no cartão de crédito ou direto na fatura da Energisa.


Para clientes que desejam dividir o pagamento da fatura antes de seu vencimento, o cartão de crédito pode ser uma alternativa para manter as finanças equilibradas. Dessa forma, é possível evitar a inadimplência e manter as contas em dia.


Além dessas condições facilitadas, os clientes que pagarem a fatura de energia pelo aplicativo da Conta Voltz, a fintech do Grupo Energisa, receberão até 10% de cashback (limitado a R$20,00) no primeiro pagamento.


Desenrola Brasil

Acesse a página do nosso site e conheça todas as possibilidades de parcelamento e benefícios exclusivos para clientes da Energisa.

19.325 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page